Não deixe de ver: Kill Me, Heal Me

junssu

Por: Cah Rangel

Título: 킬미, 힐미 / Kill Me, Heal Me
Gênero: Romance, Comédia, Medicina, Mistério
Total de Episódios: 20
Emissora: MBC
Período de Transmissão: 07 de janeiro à 12 de março de 2015
Produção: Han Hee
Direção: Kim Jin Man, Kim Dae Jin
Roteiro: Jin Soo Wan

Kill Me, Heal Me, drama produzido pela rede de TV MBC, foi transmitido pela primeira vez em Janeiro de 2015. Estrelado por Ji Sung, Hwang Jung-eum e Park Seo-joon o dorama teve um total de 20 episódios e rapidamente se tornou um sucesso de audiência entre os espectadores coreanos e estrangeiros.

Kill Me, Heal Me conta a história de Cha Do Hyun (Ji Sung) um jovem rico e de futuro aparentemente promissor, mas cuja vida é repleta de segredos que podem comprometer esse futuro.

Cha Do Hyun é um jovem doce e pacato, mas devido a um trauma de infância desenvolve um transtorno psiquiátrico designado Transtorno Dissociativo de Personalidade ou como é mais comumente conhecido Transtorno de Múltiplas personalidades. O trauma sofrido por Cha Do Hyun fez com que ele perdesse a memória e por não conseguir lidar com a situação seu subconsciente se dividiu em 07 personalidades completamente distintas e sob as quais ele não tem o menor controle.

Por ser o herdeiro de um grande conglomerado de empresas, Cha Do Hyun se vê em grandes problemas para controlar suas personalidades e conta com a ajuda de uma residente em psiquiatria para ajudá-lo. Oh Ri Jin personagem da engraçadíssima e carismática atriz Hwang Jung Eum entra na vida de Cha Do Hyun de forma completamente inesperada e o herdeiro encontra nela um porto seguro e alguém de confiança para lidar com suas personalidades, que de alguma forma se sentem atraídas pela médica.

Ao longo dos 20 episódios a história se desenrola repleta das mais diversas emoções. As cenas que mostram a interação entre Oh Ri Jin e as várias personalidades de Cha Do Hyun por vezes rendem momentos absolutamente hilários, do tipo que fazem você cair da cadeira de tanto rir. Outras são tão carregadas de dor e outros sentimentos profundos que fazem qualquer dorameiro mais durão quase desidratar de tanto chorar. Eu chorei litros em algumas cenas. Ok, em várias cenas pra falar a verdade.

O ator Ji Sung já é reconhecido na Coréia como um dos melhores atores de sua geração e em Kill Me, Heal Me isso é mais uma vez comprovado. Com Cha Do Hyun, Ji Sung construiu um personagem adorável e encantador do tipo que faz você torcer por ele, mas o mesmo pode ser dito sobre as outras personalidades que ele retratou de forma magistral em todas as suas particularidades, e olha que são muitas. Elas são completamente diferentes entre si, o que com certeza exige muita habilidade do ator, e ainda assim, de alguma maneira se completam.

Outro personagem cativante dessa historia é Oh Ri On, interpretado pelo magya Park Seo-Joon, que nos últimos tempos vem brigando pelo lugar entre os atores queridinhos pelos fãs de dorama.

Oh Ri On é irmão de Oh Ri Jin e um jovem escritor que, embora muito famoso, mantém sua verdadeira identidade em segredo. O jovem escritor investiga secretamente o passado do milionário Cha Do Hyun e ao ser descoberto diz estar fazendo apenas uma pesquisa para eu próximo livro, mas com o tempo percebe-se que há muito mais por trás dessa história.

Algumas das cenas mais hilárias do dorama são vistas quando Oh Ri On se depara com uma das personalidades de Cha Do Hyun, que fica completamente obcecada pelo escritor. É de morrer de rir.

Kill Me, Heal Me é um drama sério com um tema forte, complexo e pouco abordado, pelo menos no que diz respeito a doramas. O Transtorno Dissociativo de Personalidades é uma doença fascinante e assustadora ao mesmo tempo. Vocês conseguem imaginar o que é ter várias pessoas morando dentro de você? Pessoas com gostos, memórias, desejos, completamente diferentes dos seus e que são autônomas. Fazem o que querem, quando querem e você não tem o menor controle sobre elas, sequer tem consciência quando elas vêm e vão? Eu acho isso algo, no mínimo, angustiante e é isso que Kill Me, Heal Me retrata com uma propriedade que me surpreendeu. As emoções dos múltiplos personagens interpretados por Ji Sung são muito intensas e ele consegue nos fazer sentir cada uma delas.

Kill Me, Heal Me é um drama completo. O foco está na doença do protagonista e no mistério que envolve o trauma no passado dele, mas há de tudo um pouco nessa história. Tem romance? Tem. Tem cenas engraçadas? Tem. Tem aquele dilema eterno que todo dorameiro sofre por não saber com quem shipar a mocinha? Tem também. Eu sofri horrores porque trocava de ship a cada episódio. XDD Enfim, Kill Me, Heal Me tem de tudo para agradar e emocionar os fãs mais exigentes.

Pra finalizar, eu não poderia deixar de mencionar e recomendar as OSTs maravilhosas desse dorama. E aqui quero indicar a minha preferida e que parece ter sido feito sob encomenda para essa história Auditory Hallucination 환청 de Jang Jae In (feat. NaShow). Essa música ilustra de forma perfeita o que acontece na história e os sentimentos do protagonista.

Confiram o vídeo aqui embaixo e prestem atenção nessa letra. Divirtam-se!

Confiram também os trailers!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s